Facebook-icon  Twitter-icon

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Evento lançou o documentário “Adib Jatene – um especialista em gente”, produzido em parceria com o Nesp/Ceam/UnB, a FS e o CONASS.

Por Ádria Albarado (com adaptações)

A coordenadora da Unidade de Estudos e Pesquisas em Saúde da Família do Nesp/Ceam/UnB e atual diretora da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (FS/UnB), professora Maria Fátima de Sousa, participou, na noite desta terça-feira, 25, da solenidade em comemoração aos 35 anos do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Na ocasião, foi lançado o documentário “Adib Jatene – um especialista em gente”, produzido pelo NESP em parceria com a FS/UnB e o CONASS.

Jatene foi fundador e primeiro presidente do Conass. O presidente empossado do Conass, Michele Caputo Neto,  disse estar emocionado com a posse e a homenagem ao Adib Jatene. “Poucos homens e mulheres conseguirão o respeito e uma unanimidade em defesa das saúde pública como ele conseguiu”, afirmou. Michele comemorou os 35 anos do Conass com o agradecimento público ao corpo técnico do Conselho, em especial ao seu secretário executivo Jurandi Frutuoso.

Ieda Jatene, filha do médico homenageado, Adib Jatena, estava presente na solenidade e recebeu uma placa em homenagem ao pai. Como ela mesma afirmou, mais que merecida. “Essa homenagem nos enche de orgulho e satisfação, pois o doutor Jatene sempre se dedicou com todo cuidado aos problemas de saúde, desde que foi secretário até quando foi, por duas vezes, ministro da saúde. Com certeza a homenagem coroa tudo que ele fez”. E ainda deixou um recado aos professores e estudantes da FS: “Esperamos que vocês continuem com todo esse apoio que vocês têm tido para que continuem fazendo o trabalho que a comunidade merece”.

Gerson Penna, diretor da Fiocruz-Brasília, relembrou a importância do médico para o Conass e o movimento da Reforma Sanitária e da Constituinte. “A mensagem principal que a gente deixa hoje, é exatamente o livro que ele deixou chamado ‘Cartas ao Jovem Médico – Uma escolha pela vida’, que deveria ser obrigatório para todo médico que está se formando entender a mensagem que esse homem deixou na humanidade”. Gerson, Fátima e Marilene Cavalcante, receberam o documentário e a edição comemorativa dos 35 anos do Conass em mãos, como forma de agradecimento pela participação e depoimentos do documentário.

Maria Fátima de Sousa destacou a sábia escolha do Conass em comemorar seus 35 anos com uma homenagem ao professor e ministro Adib Jatene. “Agradeço a oportunidade dada pelo Conass ao facilitar e apoiar o Nesp e a FS na produção desse documentário, pelas mãos dos estudantes e com dois sentidos. Primeiro, de os estudantes conhecerem quem era o cidadão e o homem público Adib Jatene e, mais que isso, registrar a história, como forma de passagem de geração, mostrando que é possível fazer a diferença como gestor público”. E finalizou: “Esperamos que o documentário seja um instrumento de formação das novas gerações e, sobretudo dos profissionais de saúde, responsabilidade nossa da FS e dos pesquisadores do Nesp”.

ASSISTA AQUI AO DOCUMENTÁRIO COMPLETO

SOBRE ADIB JATENE

Adib Domingos Jatene nasceu em 4 de junho de 1929, em Xapuri, no Acre, e tornou-se uma das figuras mais relevantes para a Saúde Pública no Brasil. Como ministro da Saúde, secretário estadual da saúde, cirurgião, pesquisador e professor deixou um legado de extrema relevância para o Sistema Único de Saúde (SUS) e para a ciência, sendo reconhecido como um especialista em gente.

 

 

 
observarh2
 
obteia
 
 
 
 
saudelgbt2
  
oiapss2

Notícias