Facebook-icon  Twitter-icon

 

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Pesquisa Práticas de Enfermagem no contexto da Atenção Primária à Saúde

Com o objetivo de compreender as práticas de Enfermagem contextualizando cenários de atuação e perfis dos enfermeiros e enfermeiras do Brasil, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e a Universidade de Brasília (UnB), em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass); o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems); Associação Brasileira de Enfermagem de Família e Comunidade (Abefaco); e, Organização Pan-Americana de Saúde (Opas/OMS); realizam a pesquisa nacional “Práticas de Enfermagem no contexto da Atenção Primária à Saúde” (APS).

No Brasil, enfermeiros(as) da APS são responsáveis pelo cuidado individual, familiar e comunitário, colaborando para bons resultados do sistema de saúde, embora enfrentem diversos desafios. Nesse sentido, conhecer práticas clínicas especializadas e informadas em evidências científicas é uma estratégia para mudanças diante do quadro de dificuldades enfrentadas por estes profissionais.

Para tanto, serão aplicados questionários online e realizadas entrevistas com enfermeiros(as) de todo o país. De acordo com o Comitê Científico e Gestor da pesquisa, os resultados da investigação contribuirão para produzir conhecimento científico, regular a profissão da Enfermagem e subsidiar gestores na elaboração e implementação de políticas públicas.

Somente enfermeiros(as) da APS e/ou Estratégia Saúde da Família (ESF) estão convidados a participar. O acesso ao questionário pode ser feito diretamente por meio do link https://questionarios.unb.br/index.php/318638?lang=pt-BR ou nos sites do Cofen (cofen.gov.br); Ecos/UnB (ecos.unb.br); Conasems (conasems.org.br); Conass (conass.org.br) e Abefaco (abefaco.org.br).

Você também pode acessar o questionário através por QR Code. Basta escanear a imagem acima com o celular (Necessário software leitor de QR Code disponível para Android e iOS).

Dúvidas ou outras informações, favor entrar em contato por meio do telefone (61) 3107-1820.

 
observarh2
 
 
Observatório da Saúde Indígena
 
Saúde LGBT
 
oiapss2
 
Educação, Equidade e Saúde
 
Estudos Comparados
 
Rede de Observatórios em Saúde e Equidade
 

Notícias