Facebook-icon  Twitter-icon

 

O encontro, realizado na cidade de Macapá, reúne estudantes, professores e especialistas em gênero de diversos estados da região amazônica

Por Tamires Marinho

Entre os dias 18 e 22 de abril, a cidade de Macapá (AP) sedia o III Encontro da Juventude LGBT do Norte. Na ocasião, o Observatório Nacional da Saúde Integral da População LGBT promoveu uma oficina de comunicação com objetivo de apresentar aos participantes noções básicas de produção, captação e edição de vídeo a partir de uma proposta de construção ativa e participativa. 

O encontro reúne estudantes, professores e especialistas em gênero de diversos estados da região amazônica e pela primeira vez contará com uma Mostra Científica de Estudos em Gênero e Sexualidade na sua programação coordenada pelo professor Antônio Sardinha.  

Coordenada pelos pesquisadores do Observatório LGBT, Raelma Paz, Tamires Marinho e Henrique Medeiros, a oficina reuniu 25 jovens de diversos estados do norte com formação nas áreas de ciências da saúde, sociais, humanas e exatas, além de representantes do governo municipal e estadual e de organizações não governamentais.  

De acordo com Henrique Medeiros, o foco principal da atividade é capacitar tecnicamente os participantes para desenvolverem seus próprios vídeos utilizando todas as ferramentas midiáticas disponíveis atualmente. 

“A proposta aqui é fazer com que as pessoas se tornem protagonistas nesse processo de produção de conteúdo e ocupem esse lugar em que elas poderão falar sobre suas realidades e não apenas assistir o que outras pessoas têm para dizer sobre elas”. 

Para Bryan Marques, estudante do 3º semestre de Sociologia da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) a oficina foi uma oportunidade para que ele pudesse ampliar seu olhar sobre o campo da comunicação social e entender como funcionam tecnicamente os processos de criação dos produtos audiovisuais.

“Desde que eu entrei na universidade eu me propus a vivenciá-la como um todo, aproveitando as diversas experiências que ela tem a me oferecer e, nesse sentido, eu entendo que me aprofundar sobre a temática de produção audiovisual poderá agregar aos demais produtos que eu terei que desenvolver ao longo da minha graduação e assim integrar outros conhecimentos que não são diretamente ligados à minha formação mais que podem potencializar o que venho absorvendo na universidade e, consequentemente, eu sairei daqui com uma bagagem muito mais completa”.

ENJUV

Organizado pela Rede de Juventude LGBT Lara Fabyan, em parceria com a União Nacional LGBT Amapá, o Encontro Regional da Juventude do Norte (ENJUV) tem como objetivo reunir a juventude LGBTTI da região amazônica e discutir sobre suas especificidades, direitos, cidadania, controle social, política de acolhimento e redução de danos. Em 2018 o encontro chega a sua terceira edição e traz como tema central o “Protagonismo Juvenil em Defesa da Democracia e das Diversidades”.

 
observarh2
 
obteia
 
 
 
 
saudelgbt2
  
oiapss2

Notícias