Cláudio Lorenzo - Coordenador. É professor adjunto do Departamento de Saúde Coletiva da UnB, Professor do Programa de Pós-graduação em Bioética e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva na mesma universidade. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Bioética (SBB) no biênio 2011-2013 e é membro do Conselho Assessor de  REDBIOÉTICA para América Latina e Caribe da UNESCO. Atualmente é Vice Coordenador do Núcleo de Estudos em Saúde Pública do DF e do Mestrado Profissional em Saúde Coletiva da UnB.

 

Marjorie Chaves – Pesquisadora associada e vice-coordenadora. Doutoranda em Política Social e Mestra em História pela Universidade de Brasília (2008). É graduada em História pela União Pioneira de Integração Social (2004). Exerceu o cargo de Diretora de Programa na Secretaria de Políticas de Ações Afirmativas (SPAA) da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) (2016). É filiada à Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN) e pesquisadora do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab/Ceam-UnB). Tem experiência nos campos dos estudos feministas e de gênero, dos movimentos contemporâneos de mulheres negras e da epistemologia feminista negra. Atua e pesquisa nas seguintes áreas: História do Brasil; pensamento negro contemporâneo; e mundo do trabalho e questão racial, especialmente as abordagens sobre trabalho doméstico, trabalho de cuidados e serviços de limpeza.

 

Andréa Leite - Pesquisadora Associada. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Bioética, da Universidade de Brasília – UnB. Graduada em Serviço Social pela Universidade Católica do Salvador  - UCSAL (2004), Especialista em Saúde Mental, pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB (2007) e Mestre em Políticas Sociais e Cidadania pela UCSAL (2010).Foi Coordenadora Geral de Prevenção,Tratamento e Reinserção Social da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas – SENAD/Ministério da Justiça e da implantação nacional de programas de prevenção ao uso prejudicial de álcool e  outras drogas em escolas e comunidades na parceria da SENAD com a Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ. Foi coordenadora do Consultório de Rua do Centro de Abuso e Terapias do Abuso de Drogas - CETAD/ Universidade Federal da Bahia – UFBA. Foi coordenadora do Curso Preparando para a Liberdade, destinado aos internos de unidades prisionais de Salvador e interior da Bahia.

 

Mariana Regis – Pesquisadora associada. Graduada e Mestre em História pela Universidade de Brasília, com temática em Irmandades Negras no século XVIII e Metodologia da História. Atua na coordenação do projeto ABC Musical no terreiro Ilê Axé T’ojú Labá, com desenvolvimento de oficinas que combinam arte, cultura, saúde e construção de autoestima direcionadas a crianças e adolescentes em sua maioria negras/os.  Profissional com expertise em memória historiográfica e registros afro-brasileiros especialmente em processo de políticas sociais para o enfrentamento da discriminação racial e de gênero. É pesquisadora do Atlas Digital da América Lusa/LEHS-UnB, e foi pesquisadora do projeto Diálogos Palmares - Fundação Cultural Palmares/SOL/UnB. 

 

Jefferson Demétrio – Estagiário de Pesquisa. Técnico em enfermagem e estudante regular da graduação em saúde coletiva pela UnB.  Idealizador e criador da "liga" dos estudantes negros da saúde (grupo de estudos com foca na saúde da população negra com um olhar específico de cada curso de Ciências da Saúde, Medicina e Psicologia. Co-autor da pesquisa “Uma análise de situação de saúde com base nas deliberações dos conselhos municipais de saúde de Alexânia e Pirenópolis dos anos de 2011 a 2016”. E Ativista do movimento negro. 

 

Andreia Simplicio - Estagiária de Pesquisa. Estudante regular de graduação do Serviço Social da Universidade de Brasília. Integrante do Grupo de Estudo de Mulheres Negras do Serviço Social e do Genposs (Gênero, Política Social e Serviços Sociais). Componente do Programa Afroatitude da Universidade de Brasília, que integra o corpo do Centro de Convivência Negra. Participante de PIBIC de Saúde Quilombola e Extensionista do GRADUASUS, no departamento de Saúde Coletiva com o Projeto de Extensão de Promoção à Saúde e Prevenção de Violências nas escolas do Paranoá-DF. Também ativista no movimento de mulheres negras.