O tratamento da hipertensão é mais difícil para a população negra. A Unicamp concluiu através de uma pesquisa sobre as principais causas do AVC, que a hipertensão é o maior fator de risco para um Acidente Vascular Cerebral. De 1990 a 2010, 47% das vítimas de AVC eram brancas hipertensas, em 2010 esse número caiu para 20%, enquanto que no mesmo período, as vítimas negras tiveram uma queda de 64% para 51%.

Segundo o Dr. Wilson Nadruz, a maior incidência da doença em negros é explicada não apenas pelo fator genético, mas também pode ser resultado das condições sociais e econômicas nas quais a população negra estão inseridas, onde muitas vezes não possuem o mesmo acesso que brancos no sistema de saúde.

 

Fonte: https://www.geledes.org.br/negros-com-hipertensao-tem-mais-dificuldade-em-tratar-doenca-do-que-brancos-aponta-unicamp/