Facebook-icon  Twitter-icon

 

Notícias

Os desafios para a Saúde Coletiva no Brasil

 Maria Cecilia de Souza Minayo possui graduação em Sociologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1978) e em Ciências Sociais pela City University of New York (1979), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985) e doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (1989). Desde 1997, é editora científica da Revista Ciência & Saúde Coletiva, da Associação Brasileira de Saúde Coletiva, e pesquisadora titular da Fundação Oswaldo Cruz. Em breve entrevista à Tempus, Minayo fala sobre os desafios para a Saúde Coletiva no Brasil e enaltece a importância do periódico.

Continuar...

Pesquisadores do NESP receberão Curso de Capacitação em Revisão Sistemática Mediada por Tecnologia

O Grupo de Estudos em Revisões Sistemáticas, parte do Núcleo de Estudos em Saúde Pública do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da Universidade de Brasília (NESP/CEAM/UnB), reuniu-se nesta segunda-feira, 04, para discutir o Curso de Capacitação em Revisões Sistemáticas Mediadas por Tecnologias, que será ministrado em Brasília em outubro de 2017.

A iniciativa faz parte de uma parceria entre o NESP e a Profa. Dra. Andréia Drummond, da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuris (UFVJM), que ministrará o curso.

Continuar...

Direito sanitário - Brasil e Portugal numa perspectiva comparada

 

Em entrevista ao NESP, o professor doutor André Gonçalo Dias Pereira, diretor do Centro de Direito Biomédico da Universidade de Coimbra, em Portugal, e membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, destacou os principais avanços e desafios no âmbito do direito sanitário numa perspectiva comparada entre Brasil e Portugal, além de apontar possíveis caminhos que o Brasil poderia trilhar inspirado em seu país para desenvolver estratégias que garantam o direito à saúde e cidadania da população brasileira.

Continuar...

Atenção à saúde LGBT na atenção básica: a porta de entrada para a efetivação da equidade em saúde

No início deste mês, a Universidade Federal da Paraíba realizou o curso Atenção à saúde LGBT na atenção básica: a porta de entrada para a efetivação da equidade em saúde, no qual foram apresentadas propostas de capacitação aos profissionais da atenção básica do município de São Bento, para que realizassem suas ações de cuidado e prevenção da população LGBT com qualidade, de forma equânime, garantindo a essa população acesso à saúde integral. O município, que fica no alto sertão paraibano, é conhecido, no mundo, como a terra das redes.

Continuar...

 
observarh2
 
obteia
 
 
 
 
saudelgbt2
  
oiapss2

Notícias