Facebook-icon  Twitter-icon

 

Coordenadores dos Observatórios de Saúde da população LGBT, Negra, em Situação de Rua e Educação Popular em Saúde estiveram presentes na reunião

Por Gabriela Lobato

Na última quarta-feira, 24, o Núcleo de Estudo em Saúde Pública do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da Universidade de Brasília (NESP/CEAM/UnB) promoveu um encontro entre coordenadores da Rede de Observatórios das Políticas de Promoção da Equidade em Saúde para o SUS e representantes da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS). A reunião teve como objetivo a discussão de agendas para estabelecer uma comunicação ativa e frequente entre as partes.

Também participou do encontro o Núcleo de Articulação Estratégica da Secretaria de Saúde do Estado de Tocantins (Nuart/SES/TO), representado pelo articulador Alexandre Fernandes. Ainda em processo de formação, o núcleo está conduzindo a implementação de um Observatório de Políticas de Equidade com o apoio da OPAS.

Na ocasião, os participantes ressaltaram a importância dessa comunicação com os observatórios para conhecimento dos trabalhos desenvolvidos, detalhamento sobre a construção de memórias, realização de revisões sistemáticas, metodologias e organização dos sites.

Para a Oficial Nacional da OPAS/OMS, Rejane Rezende, é necessário trocar algumas ideias sobre as metodologias. “O ideal é que se tenham produtos semelhantes para se colocar em diálogo um olhar sobre a realidade dos gestores e sobre a realidade dos movimentos sociais”, afirma.

Além da discussão sobre a comunicação, foi pautada a participação dos observatórios no Seminário Nacional de Determinantes Sociais da região Norte do país, que acontecerá em agosto na cidade de Manaus. O evento será um preparatório para a Conferência Nacional de Determinantes Sociais.

 
observarh2
 
obteia
 
 
 
 
saudelgbt2
  
oiapss2

Notícias